Joseph Stiglitz…alguém que vale à pena conhecer…

Joseph Stiglitz fala sobre a Crise Ideológica do Capitalismo Ocidental.

Mais do que criticar, o caminho é propôr soluções. Eu acho que ninguém faz isso melhor do que o economista, professor da Universidade de Columbia, e ganhador do Prêmio Nobel de economia em 2001, Joseph Stiglitz.

Não pouco frequentemente, escutamos alguém colocar a culpa no sistema. Não que eu ache que isso está errado, afinal de contas, sem críticas, ninguém vai para frente. É preciso constantemente se pensar sobre como as coisas funcionam, como elas funcionaram, para só aí fazer uma inferência sobre como as coisas podem funcionar.

Não gosto das críticas que começam com: Eu odeio o capitalismo, que aliena as massas enquanto os empresários e o governo roubam o dinheiro, e ficam cada vez mais ricos às custas dos outros…o sistema existe, independente das pessoas que estão nele, incentivos são criados de todos os lados, as pessoas reagem a esses incentivos, resolvem seus trade-offs, tentam achar o seu ótimo, maximizando a sua função de bem-estar, dada as inúmeras restrições que estão sujeitas…ou seja, não adianta jogar a culpa do imperialismo econômico na Coca-Cola, nem falar que a Nike não tem escrúpulos porque produz na índia ou na China em condições sub-humanas…tá errado mesmo, mas quem deixou de comprar Nike? Quem deixou de tomar Coca-Cola…não se muda o esquema de incentivos, é como querer chegar a locais diferentes, pegando sempre o mesmo caminho…

O Stiglitz é alguém que critica, sem ser radical ou colocar a culpa em alguém…porque no final de contas, incentivo é incentivo, e pessoas reagirão, sempre, de acordo com suas curvas de preferência e funções utilidade…

Para mudar, é preciso primeiro entender do que se fala…se não fica que nem o Niemeyer, que vai morrer socialista, andando de limusine.